Como Melhorar a Experiência do Consumidor e Gerar Mais Valor para seu Negócio

O consumo tem passado por grandes transformações nos últimos anos.

Hoje, as empresas precisam criar experiências impactantes além de ótimos produtos e serviços, agregando valor através do engajamento positivo dos clientes.

É preciso uma nova maneira de conduzir os negócios. 

Baseados na idéia de que as empresas precisam buscar satisfação dos seus clientes, Joseph Pine e James Gilmore, especialistas em mercado,  cunharam o termo Economia da Experiência em um estudo de Harvard, em 1998. 

A idéia por trás da Economia da Experiência é que a ótima memória causada torne-se, ela própria, o produto, a experiência, porque clientes que tiveram suas expectativas satisfeitas tornam-se mais leais à marca.

Por que Focar em Experiência

Empresas com experiências de consumidor superiores têm crescimento dos lucros até 5 vezes maiores. E, consequentemente, péssimas experiências não só prejudicam a marca, mas acabam por ajudar seus concorrentes. 

Em um estudo da Oracle, 89% dos respondentes disseram ter deixado de comprar determinada marca e passado a consumir do concorrente depois de uma experiência ruim. 

 

Produtos e Serviços para a Experiência do Consumidor

Como focar apenas nas qualidades e funções do produto não é suficiente, é preciso desenvolver o produto e serviços relacionados dentro do contexto de uso pelo cliente.

O cliente é agora o centro das inovações e o desafio torna-se como criar e entregar experiências que conectam-se com eles emocionalmente a ponto de causar fascinação.

Quais são as empresas que têm usado a tecnologia para expandir a Experiência do Consumidor

Aqui, fizemos uma lista das empresas que têm usado a Realidade Virtual, Realidade Aumentada e até mesmo IoT ( Internet das Coisas) para trazerem aos consumidores lembranças inesquecíveis:

 

Audi

A Audi apresentou na CES 2019 seu conceito de entretenimento para os passageiros de seus carros.

Em parceria com a Disney, usaram a tecnologia holoride para transformar a Realidade Virtual, Realidade Aumentada, IoT (Internet das Coisas) e Inteligência Artificial em pura diversão.

Todas as impressões visuais sofrem o impacto em tempo real dos movimentos do veículo. Tudo o que se vê torna-se mais intenso e imersivo.

“Utilizamos dados importantes como localização, velocidade, giro do volante, aceleração e frenagem e associamos com elementos artificiais. Desta forma, não só criamos uma viagem com movimentos perfeitamente sincronizados por mundos virtuais, mas algo radicalmente novo para entreter os passageiros do banco de trás de maneira nunca vista”, diz Nils Wollny, co-fundador e CEO da holoride.

 

Cadillac

A Cadillac tem trabalhado em um projeto em que o cliente pode testar os diversos opcionais para seus carros em Realidade Virtual.

Com óculos e os controles manuais, o cliente entra no showroom virtual, escolhe o modelo que quer e percorre toda a linha de itens que quer acrescentar e opções para customizar.

Finalizado o processo, a tecnologia de Realidade Virtual permite que o cliente possa andar em volta do carro, dar um zoom tanto fora quanto dentro do veículo.

 

Volkswagen

A Volkswagen também aposta na virtualização da experiência da escolha de um novo veículo.

A montadora está testando o projeto chamado Concessionária Digital, que usa a Realidade Virtual para o cliente conhecer melhor seus veículos.

Escolher o carro, trocar as cores, customizar o painel e depois navegar em volta é possível quando o cliente usa os óculos de RV.

O plano é criar concessionárias menores, otimizar o trabalho dos vendedores e que os clientes tenham uma experiência de compra mais envolvente.

 

MRV

A construtora MRV desenvolveu o projeto My Home Experience para demonstrar seus apartamentos decorados.

No ambiente virtual, o imóvel digital permite escolher os tipos de móveis, acabamentos, pisos e cores. Pode também visualizar diferentes ambientes, como quartos, cozinhas e escritórios.

 

AEDAS Homes

A construtora espanhola AEDAS Homes está usando a tecnologia em tempo real que a Realidade Virtual permite para conquistar clientes que moram longe, até mesmo em outros países.

O projeto residencial pode ser mostrado ao futuro proprietário pela internet, através de uma conversa em videoconferência.

“Abordamos de maneira inovadora: combinar um modelo 3D do projeto com um especialista em chroma key. Imaginei uma ligação por vídeo onde o corretor conversaria com o cliente enquanto andava pela casa virtual e mostrava os itens básicos. Isso nunca havia sido tentado em nossa indústria”, diz José Luis Leirós, diretor de inovação da AEDAS Homes.

 

Iberia

A companhia aérea espanhola Iberia lançou um serviço de bordo diferenciado para seus passageiros: assistir a filmes em 3D, jogos e visitas guiadas com óculos de Realidade Virtual.

O novo serviço está sendo testado nas rotas entre Madrid, Nova York e Tel Aviv.

“Nós achamos que a Realidade Virtual tem um grande potencial e que pode mudar a experiência do passageiro como parte de um programa de entretenimento durante o vôo. Quem assiste não é mais um mero observador e pode passear pela cidade que ele ou ela vai visitar, ou só relaxar antes de chegar ao destino”, diz Nikolas Jaeger, fundador e diretor da Inflight VR.

 

para saber mais

https://zen-marketing-content.s3.amazonaws.com/content/resources/IDC__Supporting_Customer_Experiences.pdf

https://ecommercenews.com.br/artigos/dicas-artigos/a-experiencia-do-consumidor-por-que-investir-em-relacionamento/

 

Os comentários estão desabilitados.