VÍDEOS EM EDUCAÇÃO: DE DIFERENCIAL À PRIORIDADE

Hoje, a maior parte do consumo da banda de internet é voltada para conteúdos em vídeo.

Seja um filme via streaming em serviços pagos como a Netflix e Amazon Prime ou conteúdos gratuitos via Youtube.

Esses conteúdos estão disponíveis a qualquer momento, em qualquer lugar e em qualquer aparelho com sinal de internet disponível.

A liberdade para escolher qual o tipo de conteúdo consumir faz com que sejam disponibilizados os mais diversos tipos de vídeos.

Na área de educação há opções para todos os gostos e níveis

Se você precisa aprender a fazer uma fórmula de juros compostos no Excel, tem no Youtube.

Se quer se aprofundar mais, há cursos completos de Excel no mesmo Youtube.

Com paciência e certa habilidade em buscas, é possível até mesmo fazer um curso completo de Contabilidade só com vídeos gratuitos.

É claro que não é para todo mundo.

Muita gente prefere ter uma grade mais bem definida, que siga uma sequência lógica de aprendizado e que, de preferência, com um certificado de conclusão no final.

O que dizem as pesquisas

Em um estudo recente do Google sobre o consumo de vídeos através do Youtube, 80% dos entrevistados responderam que os vídeos ajudam-os a aprender coisas novas, até mesmo mudar de profissão ou de cargo dentro da empresa.

Em outro estudo feito pela Kaltura, e reportado pela eCampusNews, mostra que vídeos serão fundamentais para o aprendizado do futuro por alguns motivos:

  • Preparar os estudantes para o mercado de trabalho, com vídeos;
  • Classe virtual, onde estiver, quando puder;
  • Acessibilidade e análise de dados para melhorias constantes.

Se sua escola ou faculdade ainda não investe em conteúdos em vídeo, já está atrasada. Entre em contato com a Animalle para te ajudarmos.